terça-feira, 9 de dezembro de 2008

Auto - avaliação

Sim...

Isso mesmo... De acordo com o professor teremos que fazer uma auto-avaliação particular(sincera, como ele disse) sobre nossa participação e empenho no trabalho.

E se auto-avaliar é uma tarefa realmente muito difícil. Diversas vezes somos injustos com nós mesmos... A auto-avaliação vai de 0 a 10.

Alunos:

Matheus Silveira - 9,5
Comentário pessoal: "Eu me esforcei ao máximo para ver este projeto pronto. Tentei me envolver em quase todas as etapas deste processo, mas sei que falhei em parte com o blog. Me acostumar a atualizá-lo semanalmente foi penoso para mim. Tive dificuldade em arrumar tempo e até mesmo lembrar de fazê-lo."

Pedro Araújo - 8,5
Comentário pessoal: "Gostei muito do projeto e me identifiquei bastante. Faltou apenas um pouco mais de envolvimento".

Riza Braga - 7,0
Comentário pessoal: "Eu poderia ter ajudado mais na confecção dos circuitos e não me empenhei o tanto que o projeto precisava".

Thiago Alvim - 10,0
Comentário pessoal: Não fornecido.

segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

Encerrando

Foi bom enquanto durou o LACTEA...

Acredito que todos nós do grupo aprendemos bastante, em várias áreas. Cumprir prazos, fazer pesquisas, testes e protótipos, relacionamento interpessoal, etc...

Nossa apresentação do projeto (ocorrida no dia 3/12/08) foi muito boa. Tiramos várias dúvidas e questionamentos sobre o projeto e foi visível o entusiasmo da platéia com nossa idéia. Alguns colegas nossos até falaram que se saísse no mercado, com certeza comprariam...

Nós finalizamos nossa matéria, mas não o nosso projeto. Ele será continuado, obviamente, como um estudo extraclasse.Pelo menos, não teremos que ter tanta pressa e responsabilidade com relação à prazos.

Todos nós, da equipe, agradecemos a todos que nos apoiaram neste percurso, incluindo professores, monitores, colegas de classe e inclusive você, leitor.

domingo, 7 de dezembro de 2008

Montando o circuito

Bom, trago a vocês leitores os dois circuitos que nós pegamos na Internet.

Vocês não imaginam como é legal montar um desses!

Olhávamos o papel e montávamos o circuito. O multímetro veio a calhar, falando nisso. Mesmo seguindo as indicações padrões que vêm nos resistores (que marcam o valor através de cores específicas), muitas vezes era preciso conferir e fazer os ajustes do original.

Usamos os dois circuitos como base. Modificamos cada valor existente para as nossas necessidades (tudo feito pelo nosso monitor Renan Pedrosa).

Aqui estão:

Este primeiro (abaixo) é o emissor da frequência. Este circuito ficará no botão que você usa para achar a sua chave.



Este segundo circuito é o receptor. Ele capta a frequência emitida pelo emissor e depois começa a "apitar" mostrando a localização da chave.


sábado, 22 de novembro de 2008

Nos capítulos anteriores...


"Concebemos a idéia do Pesca-Chave. Após pesquisas, conversas e correções começamos a etapa de realização do projeto. Renan Pedrosa nos ajudou a montar a lista de materiais..."


Com isso chegou a hora de bater perna...


Um representante do grupo (no caso, aquele que vos escreve) foi escolhido para ir ao longínquo centro da cidade comprar os materiais.


Após horas despendidas em ônibus e congestionamentos matutinos finalmente cheguei a rua Carijós (entre Guarani e Av. Olegário Maciel) onde se encontram as principais lojas de produtos eletrônicos. Levei a lista (postada no blog) e me surpreendi ao ver que de fato tudo que eu precisava se encontrava exatamente naquele quarteirão. Entretanto, foram necessárias 4 lojas, 3 horas e muita paciência para comprar tudo.


Por precaução, compramos "3 Pesca-Chaves" para montar o nosso. Afinal, sempre há a necessidade de peças de reposição e é claro, a Lei de Murphy. Agora, esperamos a oportunidade de começarmos a montar os circuitos e apresentar nosso invento ao público (que será no dia 03 de dezembro).


Para manter vocês leitores mais por dentro do que estamos fazendo, decidi tirar fotos.


A primeira delas é justamente de todos os componentes eletrônicos que iremos utilizar para montar um "Pesca-Chave":







Depois de pronto, vamos até fazer um lance de como ele era "antes" e "depois". Legal, não?

A segunda imagem é mais para quem está participando ativamente do projeto. As notas fiscais...


O custo unitário até agora foi de aproximadamente 23 reais.

Isso é tudo, pessoal!

sexta-feira, 21 de novembro de 2008

Lista de Materiais

O assunto de hoje é um pouco mais interessante. Começamos finalmente a etapa de realização do projeto.

Há duas semanas, nosso grupo se encontrou com o aluno Renan Pedrosa. Ele nos mostrou vários circuitos e nos deu idéias de como poderia ser feito nosso "Pesca-Chave". A partir daí, começamos a montar a lista de materiais eletrônicos, que forneço a vocês agora:

Lista de Compras:

Circuito de "assobio"
(Isso mesmo... O dispositivo que acionará o chaveiro irá "assobiar". Explicando, ele emitirá a frequência que o chaveiro utiliza para ativar o processo).

1____________ 1k
1____________ 100k
1____________ Cap 4.7 nF Ceramico
1____________ Cap 10 nF Ceramico
1____________ Cap 10 uF Eletrolitico
1____________ CI 555
1____________ Conector para pilha de 9V
1____________ Push Button
1____________ Suporte para CI 8 pinos
1____________ Pilha 9 V
1____________ 82 dB buzzer piezo
1____________ Placa de Fenolite face simples 5x10 ou 10x10


Circuito Chaveiro

1____________ 22 K 1/8 W Resistor
1____________ 10 K 1/8 W Resistor
1____________ 4M7 1/8 W Resistor
2____________ 100K 1/8 W Resistor
1____________ 220R 1/8 W Resistor
1____________ 330K 1/8 W Resistor
1____________ 47K 1/8 W Resistor
1____________ 2M2 1/8 W Resistor
1____________ 1M5 1/8 W Resistor
2____________ 47 nF 50V Polyester ou Ceramic Capacitors
2____________ 10 nF 50V Polyester Capacitors
2____________ 1 uF 50V Eletrolitico
2____________ 1N4148 75 V 150 mA Diodos
1____________ 4049 Hex Inversor CI
1____________ Suporte para o CI 4049
1____________ BC337 45V 800 mA NPN Transistor
1____________ Mini Microfone de Eletreto
1____________ Buzzer Piezo
1____________ Bateria de 3V (disco)
1____________ Suporte para bateria de 3V

terça-feira, 18 de novembro de 2008

Olá de novo, caros leitores.

Percebi há algum tempo que nosso formulário de descrição de projeto está equivocado em algumas partes e que há ainda muito o que ajustar. Mas acho que isso fica para outra hora.

Hoje, falarei sobre Conversas que tivemos.

A mais óbvia de todas, foi com o nosso caríssimo (puxa-saco) professor Paulo Ventura. Ele nos direcionou e cobrou (enfaticamente) em muitas áreas.

Eu conversei com profissionais que conhecia. Sem muita atenção... Ouvi muitos "Mas é um projeto muito pequeno, não?". A esses "contribuidores" gostaria de responder com um provérbio: "Grandes árvores dão mais sombra do que frutos" . Pois bem, estamos ainda engatinhando na engenharia, mas o objetivo principal de nossa árvore é que ela lançe a semente e que mais tarde traga os frutos do nosso empenho.

Porém, uma pessoa que realmente merece o destaque nesta seção é o estudante Renan Pedrosa. Ele iluminou muito o caminho escuro em que seguíamos. Após alguns e-mails e telefonemas confirmamos uma reunião. Nós chegamos e falamos: "Renan, a nossa idéia é essa!". Muito me surpreendo ao receber um e-mail falando sobre vários circuitos que se encaixariam nessa idéia. Sendo nós leigos, ele explicou de uma forma bem simples como seriam os circuitos. Todo este processo despertou uma certa nostalgia em nosso grupo, ao ver que a concretização não estava tão longe como pensávamos. Com a ajuda dele, conseguimos montar o início da nossa lista de materiais.

Em nome do grupo, obrigado a todos que nos ajudaram (e ajudarão!)

E é claro, valeu Renan!

segunda-feira, 17 de novembro de 2008

Comentários sobre o projeto

Após um longo e tenebroso inverno (?!) estamos de volta, com algumas novidades.

Primeiro de tudo, quero esclarecer algo a meus leitores. Ficamos por um tempo sem nada, justamente porque foi uma etapa de transição do nosso projeto e não queríamos publicar nada "não-oficial".

Foi uma época de definições, análises de projetos e problemas que apareceram. Então para vocês se inteirarem mais, começaremos a postar diariamente sobre o tempo que já passou, enviando nossas propostas e conclusões já agora "oficiais".

Começo então com leituras semanais:

Nossa única integrante feminina, Riza Braga, demonstrou a mim um show de conhecimento sobre Ressonância e Frequência. Após uma leitura minuciosa ela derrubou vários medos que tínhamos com relação a frequência em que nosso "Pesca-Chave" trabalharia.

Eu, Matheus Silveira, pesquisei bastante sobre componentes eletrônicos. Sendo um leigo, meu aprendizado foi mínimo, mas suficiente para mais tarde ter uma idéia de como seriam as coisas que iríamos comprar.

Aguardem, porque amanhã, a saga continua... O projeto em si, nessa postagem foi deixado um pouco de lado, mas recuperaremos isso, ok?